Logotipo Olho no Carro

Veja quais são os 7 passos para vender um carro online com segurança e conseguir uma renda extra.

Quer conseguir um dinheiro para pagar contas, investir ou até mesmo comprar um carro novo? Vender seu veículo usado pode ser uma boa opção.

Várias plataformas estão disponíveis na internet hoje em dia e essa tendência vem crescendo cada vez mais. Mas fique ligado em alguns detalhes para atingir o seu objetivo com sucesso.

Confira agora 7 passos para vender um carro online com segurança:

1 – Mantenha o veículo em bom estado e sempre limpo

Para vender um carro online com segurança, é muito importante estar em dia com vistorias e manutenções preventivas, para não ter nenhuma surpresa na hora de vender seu veículo e acabar vê-lo ser desvalorizado. Considere que problemas em peças ou um interior malcuidado pode fazer seu potencial cliente pechinchar ainda mais o preço do carro antes de fechar negócio.

Além disso, é sempre importante manter o veículo totalmente limpo e preparado para ser inspecionado por um cliente.

2 – Tire boas fotos do carro, tanto da parte externa como da interna

Lembra do ditado “uma imagem vale mais que mil palavras”? Tirar boas fotos do seu veículo é algo fundamental na hora de chamar atenção de possíveis compradores. Imagens em baixa qualidade, iluminação precária, descentralizadas, tremidas e tortas podem afastar a clientela.

Então, na hora de fotografar seu carro usado, aproveite a luz do dia e o espaço do seu quintal, ou leve até uma área bonita e pouco movimentada.

Defina sua câmera para disparar fotos na melhor qualidade possível e faça fotos da frente, traseira, todas as diagonais, lados e detalhes como rodas, faróis e também do motor.

Publicar fotos do interior do carro também é fundametal, portanto faça imagens dos bancos, do espaço interno, do painel e da central multimídia, se houver.

Seu carro saiu de linha? Descubra clicando aqui, se esse é um bom momento para vender!

3 – Faça uma boa descrição do carro e fale sobre todos os itens e detalhes

Depois de chamar a atenção do seu cliente em potencial com as fotos de alta qualidade do seu carro, é hora de passar todas as informações possíveis, com muita clareza. Com isso você pode ganhar credibilidade e poupará tempo ao longo da negociação, pois muitas informações importantes já estarão no corpo do anúncio.

Lembre-se também de destacar a quilometragem e os diferenciais do veículo, como a quantidade de assentos, tipo de combustível, garantia dentro do prazo de vigência, entre outros.  

4 – Não esconda os problemas do veículo

Esse é um complemento da dica acima. Não minta e não esconda informações sobre seu carro. Jogue limpo com o cliente e fale sobre todos os problemas presentes no veículo, mesmo que isso faça com que ele seja desvalorizado.

Comprar carro batido vale a pena? Saiba mais clicando aqui!

5 – Esteja com a documentação do carro regularizada

Essa é outra dica fundamental na hora de vender um carro. Ao negociar um veículo usado, o cliente espera que toda a documentação esteja correta e em dia, pois não quer enfrentar dor de cabeça.

E com os serviços da Olho no Carro, o comprador do seu veículo pode consultar o histórico informando apenas a placa. Portanto, evite problemas e possíveis desistências e mantenha sempre a documentação e os impostos do carro em dia.

Carro com dívida: posso comprar ou vender? Leia mais clicando aqui!

6 – Faça sempre um bom atendimento ao seu potencial cliente

Atender bem o seu cliente é muito importante para que o negócio seja bem-sucedido. Reponda todas as perguntas, tire todas as dúvidas e trate sempre muito bem o potencial comprador, para que a experiência dele seja a melhor possível.

7 – Fuja de possíveis golpes

Recebeu propostas absurdas, com ofertas muito acima da tabela? Vai marcar um encontro para mostrar o veículo e o comprador diz que vai mandar outra pessoa no lugar? Desconfie!

Apesar de nos ajudar no dia a dia, a internet infelizmente é um lugar repleto de pessoas que tentam dar golpes.

Por isso é muito importante sempre tomar cuidado

Marque de mostrar o carro em locais bem movimentados e nunca aceite formas de pagamento duvidosa, como cheques por exemplo. E claro, só faça a transferência do veículo depois que estiver com o pagamento devidamente depositado e constando na sua conta.

Dica extra: quais plataformas utilizar para vender um carro na internet?

Existem muitos sites que podem servir como vitrine para a venda de seu veículo. Veja agora uma pequena lista com algumas opções que você tem na web.

  • Webmotors;
  • iCarros;
  • OLX;
  • InstaCarro;
  • Kavak;
  • Comprecar;
  • Entre outros.

Como vender seu carro na concessionária: descubra apertando aqui!

Quais os procedimentos para venda de um veículo?

Vender um carro não é a coisa mais simples do mundo, mas pode ser uma tarefa tranquila se você seguir todos os passos de forma correta.

Veja este checklist que vai te ajudar a lembrar de tudo para vender um carro online com segurança:

1 – Procure quitar todos os débitos, para que o comprador não tenha problemas na hora da transferência;

2 – Faça pequenos reparos e limpe bem o veículo, para garantir boas ofertas;

3 – Faça um bom anúncio do veículo, com fotos e descrições detalhadas e tome cuidado para ser atencioso com o possível comprador;

4 – Quando fechar o negócio, faça a Comunicação de Venda (explicamos como fazê-la mais adiante);

5 – Preencha o verso do CRV (DUT) e a autorização para transferência de propriedade (ATPV-e);

6 – Acompanhe o processo de transferência no Detran junto do comprador, para evitar problemas.

Como fazer o documento de autorização de transferência (ATPV-e) de um veículo pela internet?

Um proprietário que pretende vender seu carro e possui o documento digital CRLV-e, também poderá fazer pela internet a ATPV-e, que é a Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo.

Esse documento substitui o antgo CRV de papel, e é muito mais fácil de gerar.

Confira o passo a passo de como fazer isso pelo site do Poupatempo (para moradores do estado de São Paulo).

1 – Acesse o site do Poupatempo clicando aqui!

2 – Ao entrar no site do Poupatempo, clique em “Serviços”;

3 – Posteriormente, role a página até a área de serviços e clique em “Registros e trsnferências”;

4 – Depois desça novamente a tela até encontrar a opção “Autorização de transferência de veículo – ATPV-e”;

5 – Em seguida, aperte em “Quero gerar a autorização para transferência de propriedade do veículo”;

6 – Por fim, preencha os campos com os dados solicitados e clique em “Entre” ou faça seu cadastro.

Depois disso, o documento emitido deve ser impresso, assinado pelo vendedor e comprador do veículo com firma reconhecida em cartório.

Como avisar o Detran sobre a venda de um veículo?

A Comunicação de Venda é fundamental durante o processo de venda de um carro usado. Ela tem como finalidade, informar ao Detran do seu estado sobre a transferência de propriedade do veículo e isenta o antigo dono de qualquer responsabilidade criminal ou civil sobre o veículo.

O vendedor tem até 60 dias para fazer esse comunicado.

Caso perca esse prazo, ele será responsabilizado por qualquer infração cometida com o veículo da data da venda até a data da transferência.

A Comunicação da Venda de um carro é algo simples de se fazer e você não precisa ir ao Detran. Após reconhecer firma do vendedor no documento de compra e venda, o próprio cartório manda a informação à Secretaria de Fazenda e ao Detran do seu estado.

Porém, é importante checar pelo site do Detran o andamento desse serviço, pois caso a comunicação não seja efetuada, você deverá realizar o processo de forma presencial em um posto de atendimento do departamento.

Quem deve pagar a taxa de transferência do veículo?

A transferência do veículo é uma responsabilidade do comprador. Dessa forma, é importante destacar que a taxa de transferência deve ser quitada pelo novo proprietário do veículo.

No entanto, débitos, multas e impostos referentes ao período de uso do antigo dono, não devem ser pagas pelo comprador.

O comprador tem 30 dias de prazo para fazer a transferência do veículo, como exige o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Assim ele pode fazer o licenciamento anual sem enfrentar problemas.