Logotipo Olho no Carro

Contrariando os rumores de que seria descontinuado, por conta das baixas vendas, o Toyota Yaris Sedan 2023 ganhou novo fôlego no Mercosul com a introdução do seu primeiro facelift , ganhando equipamentos e um reposicionamento geral da linha.

Demorou um pouco, mas ele finalmente chegou ao Brasil e a montadora cedeu um exemplar para nossos amigos do canal Volta Rápida avaliarem por uma semana.

A versão cedida foi a intermediária XS na carroceria sedan, tabelada atualmente em R$ 105.490, e que já conta com boa parte das novidades introduzidas na linha atualizada.

Vale lembrar que, o Yaris vendido no Brasil é muito diferente do europeu, que é baseado no Etios e vendido em mercados emergentes como a Índia. Abaixo da configuração XS se encontra a XL, de entrada, e acima se posiciona a XLS como top de linha.

A Toyota aplicou algumas atualizações no design exterior e interior do Yaris:

Farol do Toyota Yaris Sedan 2023

Começando pelos retoques visuais, o Toyota Yaris Sedan 2023 traz um novo para-choque dianteiro e novas rodas para cada versão – as do modelo intermediário XS são de 15 polegadas e contam com acabamento em grafite claro.

Também há luzes diurnas em LED, de série, incorporadas ao para-choque, com exceção da versão XLS, onde elas são integradas aos faróis principais.

Falando em faróis, o XS recebeu as peças que eram exclusivas da antiga XLS, com projetor halógeno para luz baixa, acabamento mesclando máscara negra com cromado e luz de posição em LED.

As lanternas também passaram a ser as mesmas que eram exclusivas da variante top de linha, trazendo luzes de posição e freio em LED.

Por dentro, o Yaris 2023 traz um novo padrão para os bancos, que mesclam couro e tecido na variante XS, além do nome Yaris bordado em cinza claro e as costuras brancas presentes nos assentos e nas porções de tecido nas quatro portas.

O cluster de instrumentos também passa a ser o mesmo da versão top de linha, trazendo mostradores analógicos com uma tela multifuncional e colorida para o computador de bordo à direita do conjunto.

Confira as avaliações dos concorrentes do Toyota Yaris Sedan 2023:

O Yaris Sedan 2023 não conta mais com o motor 1.3:

Motor 1.5 do Toyota Yaris Sedan 2023
Falando de conjunto mecânico, a Toyota manteve o motor 1.5 e o câmbio automático inalterados, mas tirou o motor 1.3 e a transmissão manual de cena definitivamente.

Naturalmente aspirado e dotado de quatro cilindros, o 1.5 flex gera até 110 cv de potência e 14,9 kgfm de torque e é acoplado a uma caixa automática do tipo CVT.

Esse tipo de câmbio conta com o recurso de simulação de marchas, para o modo manual, oferecendo sete velocidades para o motorista controlar as trocas na própria alavanca ou pelos paddle-shifters atrás do volante.

Tecnologicamente, as novidades são a central multimídia Toyota Play+, com tela de sete polegadas e espelhamento para smartphones via cabo, duas portas USB para os passageiros de trás e alguns recursos do pacote Safety Sense como o alerta de saída de faixa e o assistente de frenagem de emergência.

A transmissão agora conta com os modos de operação Eco e Sport, capazes de alterar o comportamento para privilegiar o consumo ou o desempenho.

A essa altura do campeonato, já ficou claro que as alterações no Yaris foram bem pontuais e discretas, visando apenas reforçar os antigos pontos fortes do modelo e corrigir alguns dos pontos fracos, sem alterar seu público-alvo ou sua proposta.

A retirada do motor 1.3 e da transmissão manual foi uma decisão acertada, visto que o Yaris vende pouco e, portanto, não justifica um extenso portfólio de configurações.

Além disso, o motor 1.5 sempre foi o mais indicado para ele, especialmente diante dos rivais que utilizam, em sua maioria, motores maiores e mais fortes.

Algumas coisas, entretanto, não foram mexidas e continuam a incomodar:

Dentre as principais, destacamos a falta do ajuste de profundidade do volante, a falta de portas USB acessíveis na dianteira – só há uma e ela fica escondida no compartimento abaixo do apoio de braço – e os apliques plásticos com representação de costura no painel e volante para imitar peças de couro.

Para um carro que passa dos R$ 100 mil, também sentimos falta de sensores traseiros de estacionamento e de faróis de neblina.

Apesar de não trazer inovações mecânicas, o Toyota Yaris Sedan 2023 é bom de dirigir:

Espaço interno dos bancos da frente

Sem novidades mecânicas, o Yaris 2023 se comporta exatamente igual aos anteriores. Isso significa que temos um carro ‘de rodar confortavelmente sublime’, muito tranquilo em todas as circunstâncias de uso diário.

Buracos e demais defeitos da pista são pouco sentidos graças ao bom trabalho da suspensão, mas há a velha e incômoda tendência de a traseira abaixar com o carro cheio, o que o faz raspar em quebra-molas e exige atenção redobrada por parte do motorista.

Já as novidades, apesar de pontuais, melhoraram o convívio diário com o Yaris:

A presença das luzes diurnas dispensa a necessidade do condutor lembrar de ligar e desligar os faróis nas rodovias, além das peças de projetor serem bem melhores do que os antigos refletores – agora presentes apenas na versão de entrada XL.

Do mesmo modo, as lanternas em LED deixam o visual mais atraente e são mais eficientes do que as de lâmpada convencional.

O motor do Yaris não é espetacular, mas dá conta do recado. Já o câmbio CVT, surpreende:

O que também agradou bastante foi o comportamento do câmbio. A caixa CVT se comporta com suavidade o tempo inteiro, mas também consegue entregar uma esperteza surpreendente quando é necessário.

Utilizando o modo Eco na maior parte do tempo e alternando o uso de ar-condicionado, nossa média geral foi de 15,4 km/l com gasolina no tanque e percurso misto, equilibrando entre uso urbano e rodoviário.

Já o motor 1.5 consegue agradar, mas mais pelo bom trabalho do câmbio do que pelo motor em si.

Embora o Toyota Yaris Sedan 2023 não seja um carro pesado, o pequeno bloco aspirado também não esbanja números de potência ou torque máximos, exigindo que seu giro seja bastante elevado sempre que o motorista precisa de mais força para melhorar o desempenho.

Alguns podem até sentir falta de um motor mais forte, mas o fato é que o 1.5 dá conta do Yaris nas principais circunstâncias de uso.

Em resumo, o Toyota Yaris Sedan 2023 é bom, mas fabricante falhou na estratégia de venda!

Bancos traseiros

Passamos nove dias ao volante do japonês e a impressão final é a de que ele tem suas qualidades, mas ainda não é o tipo de produto que quem compra um Toyota está procurando.

Para uma marca que se estabeleceu no Brasil com modelos globais e de padrão mais alto, tentar vender um produto de baixo custo e desenvolvido especialmente para mercados emergentes foi uma estratégia arriscada que o público, em geral, não compreendeu muito bem.

Além do conflito de ideias, o Yaris ainda sofre de dois grandes males: a nota baixíssima no último teste de colisão realizado pelo Latin NCAP e a concorrência modernizada com rivais totalmente renovados recentemente, a exemplo dos novos Honda City e Nissan Versa.

Com isso, apesar das melhoras, o Yaris continuará mantendo seu posicionamento nos rankings de venda, oscilando na casa das 3.000 a 4.000 unidades mensais, somando as carrocerias hatch e sedan.

Saiba mais sobre o Yaris 2023 neste vídeo: