Logotipo Olho no Carro

Existem tantos documentos de veículos que é normal ter dúvidas sobre a função de cada um e, em alguns casos, é fácil confundi-los. Mas, para te ajudar, vamos responder às perguntas mais frequentes sobre o licenciamento de veículos: CRLV o que é? Para que serve esse documento? Qual é a diferença entre CRV e CRLV? Leia e tire todas as suas dúvidas!

Saiba agora se o veículo tem algum débito ou restrição que impeça a emissão do CRLV!

Para consultar, você só precisa saber o número da placa e, além de débitos e restrições, você terá acesso ao histórico do veículo.

CRLV o que é?

Primeiramente, CRLV é uma sigla que significa Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo. Esse documento é de porte obrigatório e traz as seguintes informações:

  • Código Renavam;
  • Nome do proprietário;
  • Endereço completo;
  • CPF ou CNPJ;
  • Número da placa e do chassi do veículo;
  • Tipo de veículo;
  • Tipo de combustível;
  • Marca/modelo;
  • Ano de fabricação e ano do modelo;
  • Cor predominante;
  • Categoria (se é particular ou não);
  • Observações sobre a situação do veículo;
  • Nome do antigo proprietário;
  • Nome da cidade e data;
  • T.R.C. (Registro Nacional de Transportes Rodoviários de Cargas);
  • Número da via;
  • Local do registro;
  • Capacidade/potência/cilindrada;
  • Data de emissão do documento;
  • Dados do IPVA;
  • Dados do seguro obrigatório.

Para que serve esse documento?

O CRLV serve para atestar que o veículo está em boas condições para circular por vias públicas e privadas e, para que tenha validade, precisa ser atualizado anualmente.

Essa atualização deve ser feita no Detran do estado no qual o veículo foi registrado e a forma de realizar esse serviço, bem como o valor da taxa que deve ser paga, variam de acordo com a região.

Leia também: Licenciamento Detran 2021: veja os prazos e como pagar!

Além de “CRLV o que é?”, “Para que serve esse documento? uma das perguntas mais frequentes sobre licenciamento é:

Qual é a diferença entre CRV e CRLV?

Apesar do nome parecido, esses documentos têm funções diferentes. O CRV (antigo DUT) é o documento de registro do veículo. Esse documento não é de porte obrigatório, mas deve ser muito bem guardado para ser usado no momento da transferência. Nele constam as seguintes informações:

  • Código Renavam;
  • Nome do proprietário;
  • Endereço completo;
  • CPF ou CNPJ;
  • Número da placa e do chassi do veículo;
  • Tipo do veículo;
  • Tipo de combustível;
  • Marca/modelo;
  • Ano de fabricação e ano do modelo;
  • Cor predominante;
  • Categoria (se é particular ou não);
  • Observações sobre a situação do veículo;
  • Nome do antigo proprietário;
  • Nome da cidade e data;
  • N.T.R.C. (Registro Nacional de Transportes Rodoviários de Cargas);
  • Número da via;
  • Local do registro;
  • Capacidade/potência/cilindrada;
  • Data de emissão do documento.

Já o CRLV, como dissemos anteriormente, é um documento de porte obrigatório, que mostra as condições de circulação do veículo. Sendo assim, se você for pego circulando sem o CRLV ou com esse documento desatualizado, você deverá pagar o valor de uma multa gravíssima (R$ 293,47) e levará 7 pontos na CNH.

Resumindo, a grande diferença entre o CRV e o CRLV é a função. O CRV é utilizado no processo de transferência de propriedade, enquanto o CRLV mostra que o veículo está em boas condições para circular, garantindo a segurança no trânsito.

Desde 2020, ano em que teve início a pandemia de Covid 19 no Brasil, os Detrans passaram a oferecer diversos tipos de serviços online, o que facilitou a vida dos proprietários de veículos. Um desses serviços, é a emissão do CRLV Digital.

Veja agora como emitir e baixar o CRLV Digital (CRLV-e):

Primeiramente, é importante lembrar que cada Detran disponibiliza os seus serviços de uma forma diferente, ou seja, não há um passo a passo padrão para a emissão do CRLV-e pelos sites desse órgão público.

Mas, para te ajudar a entender como funciona a emissão desse documento, vamos mostrar as etapas da realização do serviço no Detran de São Paulo:

1 – Acesse o site do Detran SP. Clique aqui!

2 – Na área de serviços online, encontre o Licenciamento do veículo (CRLV-e) e clique em “Acesse o serviço”

3 – Em seguida, clique na opção “Licenciamento digital (CRLV-e)”

4 – Siga as etapas solicitadas para a realização do serviço:

Então, após a confirmação do pagamento da taxa de licenciamento, basta fazer o download e a impressão do documento pelo site do Detran SP, pelo aplicativo “CDT Carteira Digital de Trânsito” ou pelo Portal do Denatran.

As principais vantagens de ter o licenciamento do veículo em formato digital são:

1 – A garantia de que o condutor estará sempre em posse do documento, evitando problemas como perda e esquecimento.

2 – Mais facilidade da atualização anual. Com isso, é possível evitar multas, penalidades e até mesmo a apreensão do veículo.

Leia também: Retenção, remoção e apreensão do veículo: qual é a diferença?

Saiba tudo sobre CRLV neste vídeo do nosso canal: