Logotipo Olho no Carro

Precisa saber informações cadastrais de uma moto? Então veja aqui como puxar chassi de moto e saiba um pouco mais sobre a estrutura do chassi. 

Consulte agora uma moto pelo número do chassi! 

Pela consulta completa da Olhonocarro você pode ter acesso a diversas informações do histórico da moto e saber se vale a pena investir na compra. 

Leia também: As 10 motos mais vendidas em agosto de 2021! 

O que é o chassi? 

O chassi é a estrutura principal dos veículos, que é responsável pelo comportamento dinâmico, pela durabilidade e pela segurança do motorista. 

Nessa estrutura, as montadoras gravam uma numeração que é uma espécie de código de identificação, que também é conhecido como VIN (Número de Identificação do Veículo). Por meio dele, é possível saber informações sobre a origem e a fabricação dos veículos, além desse código ser utilizado para evitar fraudes nas negociações. 

Veja o que significa cada caractere do VIN (Número de Identificação do Veículo): 

Os três primeiros caracteres mostram o local de produção do veículo e a fabricante: o primeiro caractere é o continente, o segundo indica o país de origem e o terceiro identifica a fabricante do veículo. 

O segundo conjunto de caracteres é a seção descritiva do veículo (VDS). Cada montadora pode utilizar as letras e números da forma que preferir, mas eles devem representar o modelo, a versão, o tipo de carroceria, o motor e os itens de segurança. 

Os últimos caracteres são a seção indicadora de veículo (VIS) e indicam os dados referentes à fabricação do carro como ano do modelo, local de produção dentro do país e o número de série. 

Qual é a estrutura do chassi de uma moto? 

O chassi é como uma espinha dorsal da moto, que serve para unir suspensões e sustentar o motor. Por isso, essa é uma das estruturas mais importante do veículo.  

Existem diversos tipos de chassi de moto, que são utilizados para conferir mais leveza ou mais resistência ao veículo. Saiba mais sobre eles: 

Backbone 

Esse tipo de chassi tem uma base em “V” que se liga direto à mesa, com o motor aparafusado. Ele pode ser encontrado em motos como a Honda Pop. 

Diamond 

Esse chassi lembra os quadros de bicicleta e é bem mais resistente do que o backbone por causa do tubo ligado à direção em uma das extremidades e ao motor na outra. Ele pode ser encontrado nas Hondas CG. 

Berço

O berço tem praticamente a mesma função do Diamond, mas tem um ou dois tubos que envolvem o motor por baixo. Esse tipo de chassi não é tão usado porque interfere no design, mas pode ser encontrado nas motos Harley-Davidson. 

Quadro de treliça

Nesse caso, tubos são soldados como se fossem uma gaiola e se unem à direção e ao motor, podendo ser oscilantes. Além de serem leves, já que normalmente são feitos de alumínio, eles têm uma ótima rigidez e podem ser moldados de acordo com o estilo da moto, funcionando como um elemento de design.  

Devido ao alto custo de produção, esse tipo de chassi só é usado em motos mais caras, como as da Ducati e da KTM. 

Dupla trave

Esse chassi é parecido com o de treliça, mas não tem tubos, e sim uma estrutura sólida única. Ele é muito utilizado em modelos superesportivos e o motor fica suspenso, por dentro, quase escondido. O chassi de dupla trave tem um nível de torção quase nulo, por isso é usado em motos como Kawasaki Ninja ZX-10 e Yamaha R1.  

Monobloco

O monobloco é um tipo de chassi muito raro entre as motos, mas tem a vantagem de reduzir o peso, dar muita rigidez e melhorar a precisão de ataque em curvas. Nesse caso, a moto tem um conjunto único, da direção à rabeta.  

Os modelos mais conhecidos com essa estrutura são as Kawazaki ZX-14 e Ducati 1299 Panigale. 

Como puxar chassi de moto? 

Para puxar chassi de moto, basta acessar o site Olhonocarro e escolher a consulta completa. Por meio dela, você poderá ter acesso a informações como: 

  • Dados Cadastrais Nacionais e Estaduais; 
  • Débitos e restrições; 
  • Batida integral; 
  • Gravame; 
  • Passagem por leilão; 
  • Histórico de roubo e furto. 

E muito mais! 

Quer ver como é fácil consultar o histórico de uma moto? 

Por que é importante consultar o histórico da moto antes de comprar? 

Todos os veículos usados e seminovos já tiveram um ou mais donos e isso aumenta a possibilidade de eles terem algum tipo de problema no histórico como batidas, passagem por leilão, roubo/furto, débitos e restrições.  

Esses problemas, além de desvalorizarem o valor do veículo em até 30%, fazem com que seja mais difícil transferir e fazer o licenciamento anual. 

Por isso é tão importante consultar a placa da moto antes de negociar! 

Que tal fazer uma consulta grátis para ver se identifica algum problema? Clique aqui! 

Leia também: Moto de leilão vale a pena? Como comprar?