Logotipo Olho no Carro

Saiba mais sobre a Alienação Fiduciária de veículos, aprenda a consultar alienações pela placa e veja se vale a pena comprar veículos alienados! 

Vai comprar um veículo usado? 

Consulte a placa pela Olho no Carro e evite problemas! 

Por meio da consulta completa, você poderá saber diversas informações do histórico do veículo como: 

  • Dados cadastrais (Renavam, numeração de chassi e de motor); 
  • Restrições e impedimentos; 
  • Aceitação em seguros e comercialização; 
  • Passagem por leilão; 
  • Batida integral
  • Histórico de roubo e furto; 
  • Ficha técnica; 
  • Custo das peças básicas; 
  • Valor na Tabela FIPE; 
  • Quantidade de ex-proprietários

E muito mais. Tudo isso só pelo número da placa!  

*Alguns dados divulgados podem ter sofrido alterações. Consulte o nosso site para ter acesso a informações atualizadas sobre cada consulta. 

O que é Alienação Fiduciária? 

A Alienação Fiduciária faz parte do grupo das restrições financeiras. Em resumo, ela é um tipo empréstimo feito através de um banco ou instituição financeira, no qual o bem (veículo) é dado como garantia do pagamento.  

Para que fique mais fácil de entender, veja um exemplo: 

Suponha que você esteja interessado em um Ford Fusion, mas não tem o dinheiro necessário para realizar a compra à vista. Nesse caso, uma das possibilidades é fazer um financiamento e, para isso, você deve assinar um contrato de Alienação Fiduciária.  

Isso quer dizer que você (devedor) dará o seu Fusion como garantia de pagamento para o banco (credor) e, a partir desse momento, deverá pagar as parcelas e poderá usar o carro normalmente. Mas é importante lembrar que esse carro não estará em sua propriedade enquanto as parcelas do contrato não forem quitadas. 

Então, caso você não pague o financiamento corretamente, o banco poderá pegar o seu Ford Fusion de volta. 

Leia também: Restrições de veículos: veja como consultar restrição financeira no Detran SP 

Qual é a vantagem desse tipo de empréstimo? 

A principal vantagem do financiamento de veículos é que os juros costumam ser bem mais baixos do que os de outros tipos de empréstimo. O que faz os juros serem mais baixos é o fato do banco poder reaver o bem em caso de inadimplência. 

Sendo assim, o risco de fazer um contrato de Alienação Fiduciária, é não conseguir pagar o valor previsto no contrato e acabar perdendo o carro e o dinheiro investido até o momento. 

Como saber se um veículo está alienado? 

Para saber se um veículo está alienado, você pode fazer a consulta de dados cadastrais da Olho no Carro. 

Com ela, somente pelo número da placa, você poderá validar os Dados Cadastrais Nacionais e Estaduais, além de saber se o veículo tem alguma restrição (alienação) ou impedimento. 

Quer fazer essa consulta agora? Clique aqui! 

Caso prefira, você pode consultar essas informações pelo site do Detran do seu estado. Porém, essas consultas não são feitas somente pelo número da placa, é necessário saber também o número do Renavam ou do chassi do veículo para poder consultar. 

Clique na sigla correspondente para acessar o site do Detran do seu estado: 

ACALAPAMBACEDFESGOMAMTMS;

 MGPAPBPRPEPIRJRNRSRORRSCSPSETO

Como tirar a alienação de um veículo? 

Como foi dito anteriormente, a alienação está relacionada a um financiamento, então, para poder tirar a alienação de um veículo, é necessário quitar a dívida, pagando todas as parcelas previstas no contrato. 

Não compre um veículo com Alienação Fiduciária sem saber! Veja quais são os riscos! 

Um veículo alienado é de propriedade do banco ou instituição financeira responsável pelo financiamento. 

Isso quer dizer que, ao comprá-lo, você não vai conseguir transferi-lo para o seu nome. Além disso, o veículo poderá ser apreendido, caso as parcelas não sejam pagas corretamente. 

Se você está muito interessado em um veículo que tem essa alienação, há a possibilidade de ir até o banco, junto com o vendedor, e negociar o financiamento, de forma que ele passe para o seu nome e você assuma o pagamento das parcelas restantes. 

Mas é importante fazer as contas com cuidado, para ter a certeza de que o investimento que será feito está condizente com os benefícios que o veículo irá te trazer. 

Leia também: Carros seminovos baratos: cuidado para não cair em golpes!